Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Relembrar para não esquecer!



Sábado, 05.01.08

Inquérito/Sondagem aos ex-combatentes

 

 


 

A colaboração dos ex-combatentes é importante e decisiva!

Verifique as perguntas e responda de acordo com a sua sensibilidade...

 


PREECHIMENTO DO QUESTIONÁRIO

COMO PROCEDER?

 

 

Copie o questionário para uma área do seu disco. Preencha-o, correctamente e envie-lo para guerracolonial@sapo.pt.

Este questionário ficará online durante seis meses. Findo este prazo, daremos início à análise das respostas e, com base nelas, desencadearemos o processo reivindicativo junto dos Órgãos de soberania portugueses.

Ele funcionará como um barómetro e nos dará força para agirmos honestamente, com clareza e sustentados na sensibilidade e nas expectativas dos ex-combatentes, nunca, verdadeiramente, entendidas pelos nossos governantes. Só os ex-combatentes sabem o quanto custou o sangue, suor e lágrimas derramados nas terras escaldantes de África!

Como há muitos ex-combatentes que não têm internet, solicita-se a colaboração dos que a têem, que divulguem esta iniciativa, ajudando aqueles a preencher e a enviar o questionário, sempre, se possível, pela via electrónica.

Dá-se, contudo, a possibilidade do questionário poder ser enviado, pelo correio, para a seguinte morada:

Ex-combatentes, Rua Rosa Ramalho, 37 - AROEIRA

2820-121 CHARNECA DA CAPARICA

 


 

É este o aspecto do questionário, em miniatura.

 

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

por guerracolonial às 16:06


4 comentários

De Mais Um Lixado a 10.01.2009 às 22:47

Que raio de links, em que os Deficientes das Forças Armadas não são contemplados?
Algo contra?

De Um DFA a 10.01.2009 às 22:55

Concordo!
Deve haver algo que faz com que não apareça a Associação.!
Deve ser do PS.!!!!!

De BeatrizCosta a 20.04.2009 às 14:02

~Como alunos de projecto do 12º ano na área de Ciências Sociais e Humanas, estamos a desenvolver um tema relacionado com os ex-combatentes. Preocupados com a vida actual destes heróis propusemo-nos a realizar uma tertúlia com o apoio da instituição da APOIAR.
A intenção do nosso grupo é realizar uma Tertúlia, com a presença de ex-combatentes e respectivas famílias, tendo como público-alvo professores, alunos, bem como a comunidade envolvente. Os objectivos deste projecto prendem-se com:
-breve contextualização e objectivos sobre a instituição APOIAR;
-esclarecimento sobre o stress traumático provocado pela guerra;
-explicar as consequências (principalmente as psicológicas) causadas pela guerra;
-despertar a importância da ajuda solidária da sociedade para que os soldados superem estes problemas;
-intervir junto dos soldados, tentando perceber os seus pontos de vista.
O nosso grupo pretende principalmente dar a conhecer aos soldados e à população da nossa região este importantíssimo tema, relacionado com a situação actual em que se encontram muitos soldados que combateram na guerra colonial. Ao longo do trabalho de pesquisa conseguimos perceber que é uma temática escondida, quase clandestina mas que existem muitos ex-soldados que sofrem em silêncio e que se sentem injustiçados, sem apoio e compreensão. Queremos dar a conhecer esta realidade, bem como a nossa preocupação, realizando uma Tertúlia, que será o ponto de partida para um trabalho profícuo de esclarecimento e apoio a quem vive e trabalha no nosso concelho.

Programa para o dia 24 de Abril de 2009
- Inicio da Tertúlia às 20.30h
- Local: Museu de Arte Sacra - Fátima

Assim, decidimos convidar todos os cidadãos interessados neste tema a assistirem à nossa Tertúlia.

De Cátia Bruno a 11.01.2010 às 20:41

Boa tarde,


O meu nome é Cátia Bruno e sou aluna do 2º ano no curso de Jornalismo da Escola Superior de Comunicação Social. Um dos trabalhos que tenho de realizar é um guião de reportagem (uma simulação por escrito do que pretendo para uma reportagem), com protagonistas reais, que necessito de entrevistar. Eu gostaria muito que a reportagem fosse sobre os ex-combatentes da guerra colonial. Penso que é necessário não deixar morrer a memória do que se passou e que muitos hoje em dia parecem esquecer. As gerações mais novas não têm noção do facto de que tivemos pessoas a combater, numa guerra real, ainda não há muito tempo. Mas, para falar sobre isso, necessito de arranjar contactos e pessoas disponíveis para poder entrevistar.
A vossa ajuda seria uma grande mais-valia para mim, caso estejam interessados em participar. Qualquer pessoa que lá tenha estado, que tenha sentido na pele, dá sempre uma boa história. Infelizmente, como vivo na zona da Grande Lisboa só tenho oportunidade de me encontrar por aqui e portanto, com alguém que viva perto.
Aguardo uma resposta da vossa parte, desde já agradecendo a ajuda na recolha de alguns testemunhos de pessoas que queiram colaborar. Caso estejam interessados ou para qualquer esclarecimento ou dúvida: catiacbruno@gmail.com


Sem outro assunto e com os meus melhores cumprimentos,

Cátia Bruno

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031